• Prêmio de boias práticas 2017
  • São João da Bahia

Mobilidade Urbana

15/02/2017 17:40

Estudo de viabilidade para implantação de teleférico em 90 dias

Estudos de viabilidade socioeconômica e técnicos de engenharia para a implantação de teleféricos em Salvador deverão ser apresentados nos próximos 90 dias à Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur). O prazo foi apresentado ao secretário Fernando Torres, na tarde desta terça-feira (15), durante reunião com a Egis – responsável pela elaboração do estudo.
 
O estudo vai contemplar cinco regiões. São elas: Fazenda Grande do Retiro, Bonocô, Bom Juá, Detran e Pernambués. Essas áreas foram definidas preliminarmente, a partir da proposta de integração com metrô. Além do projeto de viabilidade socioeconômica, a Egis também será responsável pela elaboração de projeto básico de uma das linhas do teleférico, definida pelo Governo do Estado. A escolha dos locais levou em consideração a distância e a geografia dos bairros, o que permitiria a integração com outros modais de transporte, em especial o metrô.
 
Representantes da Egis apresentaram, ainda, outros detalhes da implantação desse sistema de teleférico, a exemplo de prazo para execução do sistema entre 12 e 24 meses; facilmente adaptável ao terreno e entorno; estações com baixo grau de ocupação, além de um fluxo máximo de passageiros, com alta capacidade de até 5 mil pessoas por hora/sentido. “Após a elaboração da viabilidade socioeconômica e do projeto básico, partimos para uma nova fase: a definição da primeira linha a ser implantada com integração com o metrô”, disse o presidente da Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB), Eduardo Copello.
 
O secretário Fernando Torres ressaltou o impacto social do projeto, assim como a economia de tempo e gastos com transporte. “Além de alimentar o metrô, o teleférico vai alcançar os bairros desfavorecidos em função de sua posição e geografia. Esse é um projeto voltado, entre outras coisas, a pessoas com mobilidade reduzida”, ressaltou o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.