• Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste

Desenvolvimento Urbano

08/06/2017 12:00

Grupo de estudantes conhece projetos desenvolvidos pela Conder no Centro Antigo

Os projetos de habitação e infraestrutura, desenvolvidos pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), na região do Centro Antigo de Salvador, estão despertando o interesse de instituições educacionais. Nesta semana, novo grupo do curso de Arquitetura da Universidade Salvador (Unifacs) visitou o Centro Histórico e o Barbalho, onde estão sendo executadas obras para construção de novas moradias e requalificação urbana de vias.

No Centro Histórico, onde a Conder está reformando três casarões, os estudantes puderam acompanhar o trabalho de construção de 26 novas unidades habitacionais que irão atender as famílias de antigos moradores da região. Para Ana Cláudia Trindade, essa é uma oportunidade única de acompanhar na prática as técnicas construtivas. “O que me impressiona, além da logística para realizar esta obra, é o cuidado para a preservação dos imóveis”, ressalta.

A melhoria da acessibilidade foi um dos pontos destacados positivamente pelo grupo, que visitou a obra executada no Barbalho, um dos bairros que está sendo contemplado com o projeto ‘Pelas Ruas do Centro Antigo de Salvador’, do Governo do Estado, de requalificação urbana de mais de 260 vias.

“Considero como destaque destes projetos o cuidado na sua execução por se tratar de locais históricos. Além, é claro, conhecer de perto como um serviço deste porte está sendo aplicado em ruas antigas e estreitas, de difícil acesso”, declara o estudante Lucca Cavalcanti Lucas.

As visitas são monitoradas pela equipe de Engenharia da Conder. De acordo com Milton Melo, superintendente Operacional da Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas/Conder) a instituição vem recebendo cada vez mais pedidos das universidades para a realização de visitas técnicas.

“As obras que estão sendo desenvolvidas pelo Governo do Estado na região do Centro Antigo de Salvador chamam a atenção pelas melhorias que estão sendo realizadas e o cuidado com a preservação histórica”, declara Milton Melo. Segundo ele, é fundamental manter as pessoas vivendo neste espaço. “Os estudantes vivenciam na prática as etapas de requalificação desenvolvidas em sítios históricos”, complementa.

Fonte: Ascom Conder
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.