• Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste

Desenvolvimento Urbano

31/08/2017 15:30

Discussão com a Câmara de Vereadores para aprovação de projeto de delimitação de bairros de Salvador

A arquiteta e urbanista Lívia Gabrielli defende a necessidade do projeto que reconfigura os bairros de Salvador seja aprovado e entre em vigor a tempo da nova delimitação ser incorporada ao censo do IBGE de 2020.

Lívia Gabrielli, que à época do estudo era diretora de Equipamentos e Qualificação Urbanística da Conder, participou da apresentação do projeto aos vereadores.
“Teremos a oportunidade de ter um censo fiel à realidade da nossa cidade, atualizando dados importantes”, pontuou. Atualmente, Lívia Gabrielli é aquiteta urbanista representante da Entidade Metropolitana da região metropolitana de Salvador.

O projeto de lei de reconfiguração dos bairros da capital segue em tramitação na Câmara Municipal de Salvador e deve ser votado no dia 20 de setembro.

PROJETO

Detalhes do estudo, processo de formulação e dados foram apresentados aos vereadores por representantes da Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Prefeitura de Salvador, Governo do Estado e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Esse é um projeto grande e que entra para a história de Salvador após 57 anos da última revisão da sua divisão de bairros. Essa defasagem prejudica até mesmo o cidadão que às vezes não sabe a que bairro de fato pertence, pois o posto de saúde adota um, a escola outro e os Correios outro diferente. Esse projeto é o primeiro passo para uma melhor integração da cidade”, disse o presidente da Câmara, vereador Leo Prates (DEM).

A proposta modifica a Lei nº 1.038/1960, que instituiu 32 bairros na capital. A nova proposta fará a divisão da cidade em 160 bairros no continente e três ilhas – de Maré, dos Frades e de Bom Jesus dos Passos.

*Com informações da Câmara Municipal de Salvador

Arquivo anexado:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.