• Sei Bahia

Desenvolvimento Urbano

27/03/2018 12:00

Contenção de encosta é entregue no Subúrbio Ferroviário

Cerca de mil moradores do Subúrbio Ferroviário de Salvador foram beneficiados pela obra de contenção da encosta que fica situada no fundo da Creche As Heroínas do Lar, na área do Parque São Bartolomeu. A entrega foi realizada pelo governador Rui Costa, na manhã desta terça-feira (27). A obra contou com investimento superior a R$ 2,5 milhões. Após a inauguração, o governador seguiu para a Boa Vista do Lobato, onde autorizou os serviços de urbanização e contenção de encostas, com recuperação de escadaria, trabalho técnico social, pavimentação e drenagem pluvial, na Rua Maria Isabel. Mais de R$ 6 milhões serão investidos nessas intervenções.

“Hoje nós fizemos duas atividades na capital. A primeira, uma inauguração importante, em um lugar onde circulam muitas crianças. Era uma demanda urgente e agora a contenção da encosta está pronta. Estou feliz, porque a comunidade reconhece esse nosso trabalho, que não para. Depois da entrega, vim aqui assinar a ordem de serviço para a construção de mais uma contenção, com o mesmo objetivo, que é o de salvar vidas”, destacou o governador.

Parque São Bartolomeu

A encosta entregue no Parque São Bartolomeu tem uma área de 110 metros de extensão. No local, foi utilizada a técnica de solo grampeado com aplicação de uma manta verde de aproximadamente três mil metros quadrados, além da instalação de canaletas. “A creche está em uma área de preservação e buscamos uma solução sustentável, onde se aplicou solo grampeado com uma manta verde. Um processo em que se emprega semeadura, agregado ao adubo. O Governo do Estado resolve, definitivamente, a situação dessa encosta e oferece segurança às crianças desta creche”, explicou o diretor de Habitação da Conder, Deusdete Fagundes.

A obra teve duração de sete meses, sendo concluída em fevereiro deste ano. A diretora da creche, Kellen Naves, afirma que a obra trouxe mais segurança. “Em 2014, houve um deslizamento de terras e, aqui, temos 265 crianças que viviam com esse perigo iminente. O nosso sentimento agora é de segurança. A chuva pode chegar que não ficaremos preocupadas”, ressaltou.

Boa Vista do Lobato

Com investimento total de R$ 6,4 milhões, a obra autorizada na Boa Vista do Lobato vai recuperar uma área de 10.872,2 metros quadrados, com 330 metros de extensão da encosta, 250 metros de guarda-corpo: 125 metros de escadarias e 750,7 metros de drenagem. Para que os trabalhos sejam concluídos, serão remanejadas 48 famílias, provisoriamente, e duas famílias em definitivo.

Moradora antiga do local, a aposentada Aurecenita Santos, 79 anos, conta que já passou por muitas dificuldades por causa das condições da encosta. Com as obras, tudo se tornará mais fácil. “Aqui desce uma cachoeira quando chove. A contenção vai melhorar muito”, afirmou.

Repórteres: Jairo Gonçalves e Lina Magalí/Secom
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.