• Sei Bahia
  • RH Bahia

Mobilidade Urbana

11/06/2018 10:50

Bicicletários gratuitos ampliam mobilidade e sustentabilidade do metrô

Bicicletários instalados nas estações do metrô de Salvador conferem mais mobilidade e sustentabilidade ao sistema de transporte público da terceira maior capital em população do país. O modal, que já conta com 33 quilômetros de extensão nas Linhas 1 e 2, permite que os usuários deixem as bicicletas, gratuitamente, em um local seguro e adequado, enquanto trabalham ou fazem outras atividades.

Após realizar o cadastro com um dos colaboradores da estação, o usuário, acompanhado de um agente de atendimento e segurança, pode deixar a bicicleta em uma das vagas, com um dispositivo de segurança, como correntes ou travas com segredo. Não há tempo máximo de permanência diária.

Atualmente, já são cinco estações com bicicletário na Linha 1 - Bonocô, Acesso Norte, Retiro, Bom Juá e Pirajá -, e duas estações com o serviço na Linha 2 - Detran e Aeroporto. "Além disso, mais dez bicicletários serão entregues para uso, em breve. É um serviço que não tem custo adicional e que vem sendo muito utilizado”, explicou Hamilton Trindade, gestor de Operação e Atendimento da CCR Metrô, empresa responsável pela administração do sistema metroviário.

O instrutor de atendimento Anderson Dias tem bicicleta e não usa, mas confessa que, com a praticidade dos bicicletários do metrô, está pensando em mudar a rotina. “O bicicletário do metrô é seguro e garantido. É uma excelente opção”, avalia.

Vale ressaltar que bicicletas que permaneçam por mais de 72 horas consecutivas, nos bicicletários, serão removidas e doadas, pela CCR Metrô. O cadastro requer documento com foto do responsável. Se outra pessoa utilizar a mesma bicicleta, os dados desse segundo usuário também deverão constar no cadastro. O horário de funcionamento dos bicicletários é o mesmo das estações de metrô, das 5h às 00h.

Vá de Bike

Nos finais de semana, os ciclistas contam com uma opção a mais. Em execução há pouco mais de um mês, a campanha Vá de Bike permite o embarque das bicicletas no metrô, aos sábados, a partir das 14h, e nos domingos e feriados, o dia inteiro. Hamilton lembra que, neste primeiro mês, “foram 150 bicicletas registradas, em média, nos finais de semana”.

Os domingos registraram o maior pico de utilização, com 77% da demanda, restando os 23% restantes para sábados e feriados. As estações com maior número de embarque de bicicleta - que só pode ser feito pela última porta do vagão - são Lapa, Pernambués, Imbuí e Aeroporto.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.