• Sei Bahia
  • RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova

Desenvolvimento Urbano

05/02/2019 12:30

Contenção de encosta é entregue no bairro Boa Vista do Lobato

Mais uma obra de contenção de encosta foi entregue à população baiana na manhã desta terça-feira (5), pelo governador Rui Costa, no bairro de Boa Vista do Lobato, em Salvador. A intervenção teve investimento de R$ 3,4 milhões e beneficia diretamente 1.340 pessoas que vivem no entorno da encosta.

“Essa obra é essencial para proteger a vida desses moradores, que, inclusive, já passaram por um desmoronamento anos atrás e viviam com medo de acontecer novamente. As pessoas se esforçam muito para construir suas casas. Às vezes demoram cinco, dez anos para concluí-las. Suas economias estão empregadas aqui. Por isso, o investimento nas obras de contenção de encosta significa dar valor e reconhecimento a todo o esforço que o povo faz para edificar essas casas”, afirmou o governador.

O serviço foi executado pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) e no local também foram realizadas obras de urbanização, com construção de praça e pavimentação asfáltica. Com esta entrega, o Governo do Estado atinge a marca de mais de 40 obras de contenção de encosta concluídas na capital.

O diretor de Habitação da Conder, Deusdete Fagundes, explicou que para a construção da encosta foi utilizada a técnica de solo grampeado e cortina atirantada em uma área de 3.400 metros quadrados. “Em 2015, houve um deslizamento e após a retirada do material percebemos que havia uma área plana a ser utilizada. Aproveitamos esse espaço para instalar uma praça com equipamentos de ginástica e parque infantil. Com isso, deixamos o espaço dessa encosta mais humanizado e oferecemos um lazer à população”.

A empreendedora Maria Stella mora no local há 40 anos e sofreu com o impacto do deslizamento em 2015. Ela revela que agora consegue dormir tranquilamente. “Era uma área de muito barro, poeira e todo tipo de animal a gente encontrava aqui. É uma obra que melhorou a vida de todos nós moradores. Em dias de chuva a gente vivia o medo do deslizamento e não conseguia dormir”.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.