• Sei Bahia
  • RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Prêmio Boas Práticas

Desenvolvimento Urbano

29/08/2019 14:30

Moradores de Plataforma são beneficiados com obras de contenção de encosta

Moradores da Rua Chile, no bairro de Plataforma, Subúrbio Ferroviário de Salvador, estão sendo contemplados com obras de contenção de encosta. Os serviços integram as ações do Programa de Prevenção de Desastres Naturais do Governo do Estado, em execução pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), órgão veiculado à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur). Mais de 100 mil pessoas já foram beneficiadas com a estabilização de 50 encostas, em diversas áreas, especialmente do subúrbio e do miolo da capital.

Além das obras nas encostas, o governo baiano vem aplicando recursos na área de saúde, educação ambiental e geração de emprego e renda, que estão atreladas aos serviços de urbanização integrada da CONDER, por meio do Projeto Integrado de Desenvolvimento Sócio-Ambiental (PIDSA). Nesta semana, por exemplo, a equipe do Social da Diretoria de Habitação e Urbanização Integrada (Dihab/CONDER) realizou atividade junto aos moradores da região sobre a importância de não utilizar a área para descarte do lixo doméstico.

Na oportunidade, Raimundo Nascimento o coordenador do Centro de Arte e Meio Ambiente (CAMA), instituição parceira da CONDER, realizou uma palestra sobre resíduos domésticos, uma demanda que reflete no dia-a-dia da comunidade. “Com a finalização da encosta as famílias estarão mais seguras e protegidas, mas é importante essa ação mais efetiva sobre educação ambiental. A população que mora perto das encostas tem que entender seu papel com relação ao destino dos resíduos para a manutenção do equipamento público”, afirma Raimundo.

A professora Sydney Cazais mora há 51 anos na região e praticamente viu nascer a comunidade. Para ela, os moradores precisam estar mais envolvidos. “Essas ações desenvolvidas pela CONDER despertam sobre a importância do papel de cada um de nós. O entulho e lixo jogados de qualquer maneira na encosta é um risco. As pessoas precisam ter mais consciência”, alerta.

Encosta

A contenção na Rua Chile faz parte do grupo 2 do programa de execução de obras de contenção de encostas em setores de risco alto e muito alto em Salvador, que prevê serviços em dez encostas, entre elas a da 3ª. Travessa Real, também em Plataforma, que foi entregue à população pelo Governo da Bahia, em abril deste ano.

A área em obra compreende uma extensão de 105 metros e irá beneficiar cerca de dois mil moradores da região, onde está sendo aplicada a técnica de solo grampeado e uma parte que será revestida em grama. Foi necessário a demolição de 15 casas no local por apresentarem risco de desabamento. Parte das famílias foram indenizadas e outras optaram pelo remanejamento para unidades habitacionais nos bairros de Cajazeiras e Periperi. “Algumas residências foram desocupadas, temporariamente, por questões de segurança, enquanto realizamos os serviços. Os moradores recebem aluguel provisório e, após a conclusão da obra, retornam para suas casas”, explica Elaine França, assistente social.

Mais ações

A CONDER abriu licitação para realizar a contenção de 19 novas encostas de risco alto e muito alto em Salvador, dando continuidade às ações do Programa de Prevenção de Desastres Naturais do Governo do Estado.

A licitação na modalidade RDC, dividida em 3 lotes, prevê a contratação de empresa para elaboração de projeto de trabalho social, projeto básico e executivo e a execução de obras de contenção de encostas no Engenho Velho de Brotas, Brotas, Rio Vermelho, Federação, Vale das Pedrinhas, Santa Cruz, Engenho Velho da Federação, Barbalho, Cidade Nova e Marechal Rondon.

No momento, são 12 obras em execução em Plataforma, Capelinha de São Caetano, Lobato, Alto do Cabrito, Beiru, São Marcos e IAPI. Bairros como Dom Avelar, Fazenda Grande do Retiro, Praia Grande, Boa Vista de São Caetano, Liberdade, Itacaranha, Alto da Terezinha, Nova Brasília, entre outros já foram contemplados.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.