• Orientações Covid 19
  • RH Bahia
  • RH Bahia
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Desenvolvimento Urbano

26/08/2020 18:10

Sedur e Ufba realizam estudos sobre a propagação do coronavírus na Bahia

A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), em parceria com a Universidade Federal da Bahia (Ufba), realiza estudos sobre a propagação do coronavírus nas cidades baianas, que embasam políticas de combate e prevenção à doença. O Projeto Desenvolvimento Urbano contra a Covid-19 já elaborou quatro notas técnicas, além de fornecer apoio a estudos do Grupo GeoCombate – iniciativa coordenada pela Ufba que une pesquisadores de diversas instituições. O acordo de cooperação técnica, científica e cultural, entre a Sedur e a Ufba, foi assinado no final de abril e terá duração mínima de um ano.

Para o secretário de Desenvolvimento Urbano do Estado, Nelson Pelegrino, "este convênio celebrado entre o Estado da Bahia, por meio da Sedur e da Ufba, é mais uma contribuição na proteção da saúde e da vida dos baianos. Os dados e diagnósticos feitos neste convênio já estão sendo utilizados pelas autoridades encarregadas de produzir ações em defesa da saúde e da vida".

De acordo com a Diretora de Planejamento Territorial da Sedur, Gabriela Britto, o objetivo dessa parceria é "a elaboração de estudos e atividades voltados para o Planejamento Territorial e Regional, considerando os diversos eixos do Desenvolvimento Urbano. Com a assinatura desse acordo, de imediato, somamos nossos esforços ao Grupo GeoCombate Covid-19 – BA, concentrando nossa atenção nesse primeiro momento ao enfrentamento da pandemia no município de Salvador e no Estado da Bahia, apoiando os gestores, sociedade civil e pesquisadores, além de levantar dados valiosos para a elaboração da Política de Desenvolvimento Urbano do Estado".

Entre outros recortes, as pesquisas já abordaram a "Interiorização da Covid-19 no Estado" e "Evidências e Desafios da Covid-19 na Região Metropolitana de Salvador". Também foram responsáveis pela "Análise Espacial do Histórico de Fluxos de Internação Hospitalar, Recursos Materiais e Humanos do Sistema de Saúde e Vulnerabilidades Municipais na Bahia" e da "Avaliação das condições de vulnerabilidade local à COVID-19 e isolamento social em Salvador".

Neste mês de agosto, foi publicada nota conjunta com o Grupo GeoCombate sobre o "Risco potencial de transmissão da Covid-19 associado a deslocamentos e vulnerabilidades sociais e urbanísticas da Região Metropolitana de Salvador". Os estudos do Grupo GeoCombate abrangem Geografia, Engenharia Cartográfica, Arquitetura e Urbanismo, Engenharia de Transportes, Ciência de Dados, Saúde Pública, Geologia e Design, com ênfase em análise espacial.

Arquivo anexado:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.