A escolha do modal se deu a partir de estudos realizados sobre viabilidade técnica, econômica e de demanda. o Governo do Estado entendeu que implantar um Veículo Leve de Transporte era a melhor opção pela vantagem econômica sendo definido como modal mais apropriado para substituir os atuais trens de Subúrbio. O modal terá 22 estações e 20 KM. Além disso, a BYD é uma empresa de alta tecnologia dedicada à inovação para uma vida melhor. Gigante global especializada em energia limpa. O VLT de Salvador-Simões Filho será movido à propulsão elétrica e com e com capacidade de transporte de no mínimo 600 (seiscentos) passageiros por composição. O período de conclusão é 24 meses após assinatura do contrato.