• RH Bahia
  • RH Bahia
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Gestão Territorial

09/05/2019 16:00

Elaboração do PDUI da Região Metropolitana de Salvador terá início esse mês

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano recebeu nesta quarta-feira (8), a equipe do consórcio responsável pela elaboração do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana (PDUI-RMS) que terá início nesse mês de maio. André Joazeiro, coordenador do consórcio, apresentou os integrantes do grupo e detalhou o plano de ações. A elaboração do PDUI é uma etapa indispensável para fornecer à RMS um elemento norteador do seu desenvolvimento sustentável e integração regional. No modelo proposto para este PDUI, quem define objetivos do plano é o cidadão.

O secretário Sérgio Brito desejou boas vindas ao grupo e ressaltou a importância do PDUI para o Estado. “Nossa equipe está de prontidão. Estamos felizes por esse momento que é um marco no Estado da Bahia. Estamos prontos para ajudar e fazer com que esse plano de excelência funcione. É um grande esforço do Governo do Estado, através da Sedur, com um investimento de R$ 7 milhões e tendo essa equipe do consórcio altamente qualificada, se somando a nossa equipe em busca do planejamento da Região Metropolitana”, destacou o titular da Sedur, que a seu lado a presença de técnicas das superintendências de Gestão Territorial, Mobilidade e Habitação. O secretário ainda destacou o papel da Entidade Metropolitana e garantiu empenho em fazer com que o autarquia que reúne o Estado e os 13 municípios da RMS trabalhem juntos e em parceria para o avanço dos trabalhos do PDUI.

O consórcio vencedor da licitação é liderado pela Urbe Planejamento e composto pela TTC - Soluções em Mobilidade, Planos-Engenharia e Saneando Engenharia e conta com equipe de consultores nas áreas temáticas Habitação, Mobilidade, Saneamento, Meio Ambiente, Turismo, Indústria, Desenvolvimento Territorial, além de assessoria jurídica, de mobilização social e comunicação.

A base para o planejamento proposto pela URBE é a busca pelo desenvolvimento espacial, econômico e institucional. No cerne desta proposta, o desenvolvimento é compreendido como uma mudança social positiva, que provoca melhoria na vida das pessoas. “Se o desenvolvimento, uma melhoria social qualquer, traz consigo consequências negativas sérias a reboque, não configura desenvolvimento”, alerta André Joazeiro, coordenador do consórcio.

A elaboração do Plano se desenvolverá com amplo envolvimento de toda a sociedade nos treze municípios da RMS nas etapas de Planejamento, Diagnóstico, Construção de Cenários e Tendências, e, ainda, na definição dos Modelos Jurídicos e Institucionais de gestão do Plano. Para assegurar a transparência e oportunizar a participação dos interessados, serão promovidas audiências públicas e debates em todos os Municípios integrantes da unidade territorial urbana; os documentos e informações produzidos serão sistematicamente publicizados.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.